4 de Fevereiro 2023 15:16
Segue-nos

O que procura?

SportMagazineSportMagazine

Canoagem

José Ramalho: “Uma medalha de ouro, e em Portugal, que acho que faz a diferença”Exclusivo 

Foto: Federação Portuguesa de Canoagem

José Ramalho sagrou-se, juntamente com Fernando Pimenta, campeão mundial de maratona na categoria K2. A dupla estreou-se oficialmente nesta competição, conseguindo o lugar mais alto do pódio, batendo a dupla Miguel Llorens e Alberto Plana, segundos classificados, e Eivind Vold e Amund Vold, que completaram o pódio no terceiro lugar.

José Ramalho conversou com a SportMagazine sobre a competição e sobre o futuro, tanto pessoal como da dupla. No que às expectativas diz respeito, o atleta português afirma que estas eram altas, apesar de ser a primeira prova de sempre com os dois canoístas juntos.

“Tanto eu e o Fernando quando entramos para uma competição, seja ela qual for, é com o objetivo de chegar na frente. Mas como é óbvio que, como era a primeira vez que estávamos a competir de K2, havia alguma dúvida sobre aquilo que poderíamos fazer. Embora as indicações que tínhamos ao longo destes dois meses a treinar juntos é que realmente o barco andava bastante bem, mas nunca tínhamos sido postos à prova, e a verdade é que conseguimos e controlámos bastante bem a prova”, afirmou em declarações à SportMagazine.

Em tom de curiosidade, José Ramalho afirma que teve “zero dificuldade” em adaptar-se à dupla, tendo sido bastante “simples e eficaz”, segundo o próprio. Juntamente com os treinadores de ambos, os atletas sentiam “algo de especial” desde o primeiro dia. José Ramalho reforça o caminho duro que percorreram nos últimos dois meses, mas realça a qualidade dos treinos.

A dupla portuguesa sente-se então concretizada e feliz pela medalha de ouro nestes Mundiais de Maratona. No entanto, esta medalha tem um sabor ainda mais especial.

“Uma medalha de ouro e em Portugal, que acho que faz a diferença. É muito bom, ser campeão do mundo é extraordinário, mas ser campeão do mundo no nosso país perante as pessoas que nos apoiam diariamente faz uma diferença incrível e claro que não nos vamos esquecer”, disse.

No que ao futuro diz respeito, José Ramalho diz continuar a sua caminhada na maratona, bem como Fernando Pimenta na pista.

“Eu vou continuar a minha caminhada na maratona, o Fernando irá fazer a dele na pista. Mas podemos voltar a repetir, pelo menso é isso que temos em mente. Provavelmente até já para o ano no Mundial de Maratona, na Dinamarca. Seria um objetivo acho que para os dois”

De recordar que, esta quinta-feira, Fernando Pimenta sagrou-se campeão do mundo de maratona. Para além de Fernando Pimenta, Beatriz Fernandes, jovem atleta, conquistou o campeonato do mundo de C1 Júnior – prova esta onde Ana Pereira conquistou a medalha de bronze – e o bronze na short race. Joel Miranda, também júnior, conquistou o bronze na categoria C1.

Com isto, Portugal termina a competição com três medalhas de bronze e três medalhas de ouro.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos que poderá gostar

Canoagem

A Federação Portuguesa de Canoagem (FPC) divulgou esta semana o calendário de provas  2023. O calendário tem aproximadamente 80 competições no âmbito nacional e...

Canoagem

A canoagem portuguesa viveu um ano de 2022 com muitas conquistas, tanto para atletas já bem conhecidos da modalidade, como Fernando Pimenta e Teresa...

Canoagem

A Confederação de Treinadores de Portugal informou, esta quinta-feira, o regresso da Associação Nacional de Treinadores de Canoagem (ANCT). O presidente desta organização é...

Canoagem

A comitiva portuguesa que representou o país nos Mundiais de Maratona, em Ponte de Lima, trouxe para Portugal sete medalhas – três de ouro,...

©2022 - SportMagazine - Revista de Treino Desportivo.
Todos os direitos reservados. Quântica Editora - conteúdos especializados, Lda. Praça da Corujeira, 30 4300-144 Porto, Portugal.
Website desenvolvido por Renato Sousa.