16 de Maio 2022 06:17
Segue-nos

O que procura?

SportMagazineSportMagazine

Karaté

Após conquista, Sara Leal sobe 49 posições no ranking e planeia mais: “Aspiro a ser campeã da Europa e do Mundo”Exclusivo 

Sara Leal conquistou a medalha de bronze na Premier League Matosinhos. Foto: Federação Nacional de Karaté

Entre os 380 atletas de mais de 50 países que estiveram presentes no último fim de semana na Premier League Matosinhos, uma prova do Circuito Mundial de Karaté da World Karate Federation, poucos puderam viver momentos tão marcantes quanto Sara Leal. A karateca portuguesa foi a única representante nacional a alcançar o pódio em casa. Para ela, a conquista mais importante da vida e a responsável por uma evolução na carreira: além da projeção internacional, a medalha de bronze em kumite -50kg fez a atleta do CRP Campolide dar um salto na sua categoria de 49 posições no ranking mundial: da 85.ª posição para a 36.ª – o melhor posto de sempre ocupado por Sara Leal.

A karateca de 23 anos conquistou a medalha de bronze no último domingo ao derrotar a cipriota Irene Kontou no combate decisivo. Antes, a atleta treinada por Estevão Trindade triunfou sobre Maria Depta e Erminia Perfetto na fase de grupos, tendo saído derrotada nos quartos de final pela número um do ranking mundial, Serap Ozcelik. A turca acabaria por terminar com a medalha de prata – o ouro ficou com Yorgelis Salazar, da Venezuela.

Vindo de um honroso 5.º lugar na Karate1 Series A – Pamplona 2022, no fim de janeiro passado, Sara Leal agora tem a primeira medalha internacional da carreira. Três vezes campeã nacional e três vezes campeã nacional universitária, planeia seguir em plena evolução.

“A curto prazo, tenho sempre o objetivo de me manter focada, não só para as provas que se avizinham, mas sempre dar o meu melhor e desfrutar daquilo que o karaté me proporciona. E a longo prazo, como é óbvio, aspiro a ser campeã da Europa e do Mundo. Se o karaté estivesse nos Jogos Olímpicos [a modalidade esteve apenas em Tóquio 2020 e não seguirá em Paris 2024] poderia ser esse o objetivo, mas como não está mantemos o foco e continuamos a trabalhar para o curto prazo, que vai dar resultados a longo prazo também”, afirmou a atleta nascida em Vila Real, mas que desde os 3 anos vive em Lisboa.

Sara Leal, karateca portuguesa: “Claro que queremos sempre mais, mas por enquanto estou contente”. Foto: Federação Nacional de Karaté

A treinar desde os 10 anos de idade, Sara Leal sempre dividiu a rotina com o trabalho e os estudos. É licenciada em Gestão do Desporto e terminou o mestrado em Marketing no último mês de dezembro. Apesar de não se conseguir dedicar exclusivamente ao desporto, mantém um dia a dia de treinos intensos para alcançar os objetivos.

“Normalmente, [o sucesso] leva tempo. É preciso ter uma preparação física muito constante e antecipada porque a aptidão e a nossa capacidade física é aquilo que vai nos dar a capacidade para conseguirmos ter um bom rendimento a nível técnico, dentro e fora dos treinos. E depois a seguir disto tudo, com a parte da estratégia, conseguirmos implementar o nosso jogo. Nos últimos dias antes da prova é mesmo só treino mental e no meio disto tudo tentarmos sempre manter a motivação e o foco para conseguirmos conjugar tudo e atingirmos o ponto de equilíbrio”, explicou.

Sempre motivada e treinada com foco por Estevão Trindade, Sara Leal destacou que “é ele que nos treinos está sempre a puxar por todos”. “Ele quer sempre que demos o máximo e todos os dias no treino ele está focado em dar o treino. Então, como atleta preciso ainda evoluir bastante, mas acho que estou no caminho certo e o meu próprio treinador também me ajuda. Tanto ele como a Ema [Lopes, Treinadora Nacional adjunta kumite feminino], que nesta prova me fez a cadeira e esteve a ajudar-me nos combates todos”.

Ainda sobre a medalha de bronze recém-conquistada, garantiu estar satisfeita porque disputou com “muita gente boa, muitas atletas boas e com grande qualidade”. Por isso, destacou, que está feliz porque “acho que corresponde, foi justo, mas claro que queremos sempre mais, mas por enquanto estou contente”, garantiu a karateca.

Sara Leal, karateca portuguesa. Foto: Federação Nacional de Karaté

 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos que poderás gostar

Karaté

Guilherme Gonçalves tornou-se uma verdadeira máquina de conquistar medalhas. O atleta do SC Braga alcançou três esta temporada na K1 Youth League, sendo as...

Karaté

O karateca Tiago Duarte será o único representante de Portugal entre 240 atletas presentes na Karaté 1 Premier League Rabat, que decorre a partir...

Karaté

Após a conquista de Guilherme Gonçalves na última sexta-feira em kumite júnior -68kg, o domingo reservou mais um dia histórico para o karaté nacional....

Karaté

Guilherme Gonçalves, karateca de 16 anos do SC Braga, conquistou, esta sexta-feira, a medalha de bronze na Youth League de Limassol, no Chipre, em...

@2021 - SportMagazine - Revista de Treino Desportivo.
Todos os direitos reservados. Quântica Editora - conteúdos especializados, Lda. Praça da Corujeira, 30 4300-144 Porto, Portugal.
Website desenvolvido por Renato Sousa.