20 de Julho 2024 22:33
Segue-nos

O que procura?

SportMagazineSportMagazine
0

Atualidade

Seis instituições do ensino superior assinaram protocolos com Unidades de Apoio ao Alto Rendimento

Foto: IPDJ

A Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, a Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, e o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Correia participaram, esta quinta-feira, em Coimbra, “na sessão de assinatura dos protocolos das Unidades de Apoio ao Alto Rendimento no Ensino Superior, com as Universidades de Coimbra, Aveiro, Minho e Porto e os Institutos Politécnicos de Leiria e Santarém”, destaca, em nota enviada às redações, IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P., presidido por Vítor Pataco, que também esteve na cerimónia, referindo que esta é “uma iniciativa de sucesso, que concilia a atividade escolar com a prática desportiva de alunos/atletas”.

O projeto-piloto quer ajudar atletas a conciliar a vida desportiva com a académica e as unidades de apoio que agora vão ser criadas funcionavam apenas no ensino secundário.

O coordenador nacional das Unidades de Apoio ao Alto Rendimento na Escola (UAARE), Victor Pardal, presente na cerimónia, recordou o trabalho já feito no ensino secundário desde 2016, quando se replicou o modelo de unidades de apoio a nível nacional, passando de 56 atletas (dos quais 20% do sexo feminino) nesse ano para 1.252 atletas em 2024 (45% dos quais do sexo feminino).

“Nestes oito anos, as UAARE tiveram um papel fundamental no êxito desportivo em Portugal”, sublinhou.

Previsão de 150 atletas envolvidos no projeto

O projeto-piloto deve envolver cerca de 150 atletas. “O estudante-atleta pode mudar um exame e depois? Se só tiver esse direito pode ser o adiar de um funeral. Se não tem o exame hoje mas daqui a 15 dias, será que tem condições? Adia-se um funeral. É necessário um conjunto de medidas estruturais, como no ensino secundário, para assegurar que um atleta que está 15 dias ou um mês num campeonato do mundo tenha atividades de compensação (pela falta às aulas)”, disse Victor Pardal.

 

Evitar ter de escolher entre ser atleta ou continuar a estudar

A ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, sublinhou que este projeto propõe-se a evitar que estudantes tenham de optar “entre ser atleta ou continuar os seus estudos”.

Por sua vez, a ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, salientou que os resultados positivos das unidades de apoio no ensino secundário “obrigam” a estender a experiência ao ensino superior.

Pode consultar em https://uaare.dge.min-educ.pt/pt toda a informação sobre este projeto-piloto e outras iniciativas.

 

Por: Pedro Silva
Foto: IPDJ

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Edição Atual

Artigos que poderá gostar

©2022 - SportMagazine - Revista de Treino Desportivo.
Todos os direitos reservados. Quântica Editora - conteúdos especializados, Lda. Praça da Corujeira, 30 4300-144 Porto, Portugal.
Website desenvolvido por Renato Sousa.