25 de Fevereiro 2024 13:35
Segue-nos

O que procura?

SportMagazineSportMagazine
0

Judo

Patrícia Sampaio: “Não quero terminar a minha carreira sem ter uma medalha no Europeu, no Mundial e nos Jogos Olímpicos”

Foto: Kulumbegashvili Tamara - International Judo Federation

Com apenas 23 anos de idade, Patrícia Sampaio é uma das principais promessas do judo nacional. No final de janeiro, a atleta arrecadou a sua primeira medalha de ouro no Grand Prix de Portugal, conquista que a judoca vê como “uma rampa de lançamento” para a temporada.

Depois de ter subido ao posto mais alto do pódio da competição nacional, Patrícia Sampaio (-78 kg) assegurou o 5º lugar no Grand Slam de Paris, onde se estreou com uma vitória frente à japonesa Mao Izumi.

Em entrevista à SportMagazine, a judoca portuguesa afirmou que “foi muito bom estar em duas disputas de medalha em dois fins de semana seguidos. Creio que mostrou alguma consistência”, mas não escondeu a esperança de ter chegado mais longe. 

“Eu sou um pouco insatisfeita por natureza e, ir lutar pelo bronze e sair de mãos a abanar é bastante complicado. Perder a disputa pelo bronze é uma sensação de frustração e eu senti alguma tristeza. Esperava chegar mais longe porque mesmo depois da derrota com a atleta da casa, disse para mim mesma que ia vencer todos os outros combates e que não ia sair de Paris sem uma medalha”, revelou, confessando ter acusado “algum cansaço depois de ter tido dois fins de semana de competição seguidos”.

“Para este ano, um dos meus objetivos é conseguir uma medalha no Europeu” 

Quanto a futuras medalhas, a atleta não tem dúvidas sobre o que quer conquistar: Não quero terminar a minha carreira sem ter uma medalha no Europeu, no Mundial e nos Jogos Olímpicos. São estes os meus maiores objetivos. Para este ano, um dos meus objetivos é conseguir uma medalha no Europeu”, afirmou. 

Sobre o judo, Patrícia Sampaio confessa ser necessário assegurar mais visibilidade e apoios, garantindo que “ainda há muito a fazer”. “A comunicação social tem falado mais de nós, mas é necessário mais exposição sobre a modalidade, mais apoios aos clubes e atletas, principalmente porque muitos de nós dedicam 100% do seu dia ao judo. Quanto maior a visibilidade maior a possibilidade de aumentar o número de parceiros da modalidade e praticantes do judo”, concluiu.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Edição Atual

Artigos que poderá gostar

Judo

A capital francesa será palco, de dois a quatro de fevereiro, do “Paris Grand Slam”, que conta com a presença de 661 atletas (384...

Judo

Os judocas lusos não conseguiram qualquer medalha no Grand Prix de Portugal, que teve lugar, no passado fim de semana, no Pavilhão Multiusos de...

Judo

O Estágio Internacional de Judo decorre em Lisboa, entre os dias 4 e 6 de setembro deste ano. O evento vai contar com a...

Judo

A judoca portuguesa alcançou o 5º lugar no segundo dia do Grand Slam Antalya 2023, competição que conta com a participação 00 Atletas (263...

©2022 - SportMagazine - Revista de Treino Desportivo.
Todos os direitos reservados. Quântica Editora - conteúdos especializados, Lda. Praça da Corujeira, 30 4300-144 Porto, Portugal.
Website desenvolvido por Renato Sousa.