20 de Maio 2022 02:25
Segue-nos

O que procura?

SportMagazineSportMagazine

Andebol

Mundial 2023: Paulo Pereira analisa o play-off de qualificação: “Não escolheria a Suíça…”

Paulo Pereira, selecionador nacional. Foto: FPA

Eliminado na primeira fase do Campeonato da Europa de andebol, a Seleção Nacional vai precisar passar pelos play-offs para buscar o apuramento ao Mundial 2023. Após a conclusão este fim de semana da competição continental disputada na Hungria, cujo título ficou com a Suécia, Portugal o sorteio reservou a congénere da Suíça como adversário dos Heróis do Mar no primeiro play-off.

A sorte ditou que Portugal jogasse a primeira mão em casa, entre os dias 16 e 17 de março e, os últimos 60 minutos jogar-se-ão na Suíça a 19 ou 20 de março. Paulo Pereira, selecionador nacional, avaliou com bastante sinceridade o destino que o sorteio reservou à equipa nacional.

“De facto, se me dessem a escolher, eu não escolheria a Suíça, porque é, provavelmente, a Seleção com mais poderio do Pote 2. Nos últimos tempos não temos tido muita sorte nos sorteios. Não vamos esperar que as coisas mudem nesse sentido, nós é que temos que fazer tudo para melhorar o nosso rendimento tanto até porque a vida é demasiado curta para desperdiçar tempo a pensar o que seria se fosse outra seleção, vejo isto como mais uma oportunidade para consolidar a nossa presença nos palcos internacionais”, analisou em entrevista ao site da Federação Portuguesa de Andebol.

Apesar da cautela adotada por Paulo Pereira, Portugal tem sido feliz nos encontros com a Suíça, com vitórias no Mundial de 2021, no Egito (29-33) e na qualificação para o Euro 2018, vencendo duas vezes por 27-22 em casa e por 25-27 fora de portas.

“Queremos continuar a deixar a nossa marca como temos feito até aqui nos últimos tempos sobretudo lutando por coisas relevantes para o nosso país. Existe algum romantismo à volta de tudo isto, do que é o rendimento, queremos desprender um pouco disso e continuar a lutar pelos nossos sonhos sabendo que só com trabalho árduo e muita luta é possível lutar por eles”, destacou o treinador.

Recorde-se, entretanto, que Portugal terminou o Euro 2022 em último lugar do Grupo B, sem somar qualquer ponto. Perdeu com a Islândia (24-28), com a Hungria (30-31) e com os Países Baixos (32-31). Os neerlandeses, inclusive, aguardam o vencedor do confronto entre portugueses e suíços na derradeira fase de apuramento. O vencedor do segundo duelo estará no Campeonato do Mundo, que terá lugar na Polónia e Suécia, entre 12 e 29 de janeiro de 2023.

 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos que poderá gostar

Outras Modalidades

A Seleção Nacional de squash feminino garantiu a subida à segunda divisão do Europeu durante o mês passado, após vencer a Eslovénia nas meias-finais,...

Outras Modalidades

Os Jogos Internacionais do Special Olympics Malta terminaram esta quarta-feira. A prova, que contou com mil participantes de 23 países diferentes, deu inicio na...

Atletismo

Portugal encerrou este domingo a sua participação nos Jogos Surdolímpicos, que decorreram em Caxias do Sul, no Brasil, entre os dias 1 e 15...

Andebol

A APD Porto conquistou, este sábado, a Taça de Portugal em andebol de Cadeira de Rodas, na categoria ACR6. A equipa da cidade invicta,...

@2021 - SportMagazine - Revista de Treino Desportivo.
Todos os direitos reservados. Quântica Editora - conteúdos especializados, Lda. Praça da Corujeira, 30 4300-144 Porto, Portugal.
Website desenvolvido por Renato Sousa.