30 de Setembro 2022 07:52
Segue-nos

O que procura?

SportMagazineSportMagazine

Adaptado

Miguel Monteiro arranca época com ouro e projeta melhorar recorde mundial: “Trabalhar para conseguir sempre o melhor…”Exclusivo 

Miguel Monteiro voltou ao lugar mais alto do pódio em Marraquexe. Foto: Federação Portuguesa de Atletismo

Um dos principais atletas do desporto adaptado português, o olímpico e recordista mundial da sua categoria, Miguel Monteiro, voltou a figurar no lugar mais alto do pódio no último fim de semana. O atleta treinado por João Amaral conquistou a medalha de ouro no lançamento do peso F40/41 do World Para Athletics Grand Prix Marrakech 2022, na capital do Marrocos, com a marca de 11,09m.

Foi precisamente no terceiro lançamento que o atleta de Mangualde alcançou a melhor marca e superou os adversários com alguma folga. O iraquiano Garrah Tnaiash, medalha de prata em Tóquio 2020, conseguiu 10,71m, e o marroquino Redouane Thabit conquistou o bronze (9,20m).

“Sim, foi muito bom ter conquistado esta medalha e ter tido esta prestação. Era algo que já vinha a ser trabalhado há bastante tempo. Como em todas as outras provas, procuramos estar na melhor forma possível. A prova correu bem, consegui lançar bem e estou satisfeito tanto com a marca como com a prestação nesta altura do campeonato. É um bocado conclusão e um bocado início, sendo esta a última prova deste ano à partida e foi a melhor forma de finalizar 2022”, disse o atleta de 22 anos à SportMagazine.

“Quando nós vamos a uma competição com o Miguel, de um atleta como ele, vamos para esperar o melhor. Ele vinha de um período de férias com a família, e não ia em plena forma, como também é natural nesta altura da época não estar na plenitude da sua forma. E as coisas correram bem. Ele é um atleta que se supera sempre nessas competições. Tinha treinado bem na parte da manhã e na véspera e foi bem. Superou o medalha de prata dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, o iraquiano, e o Miguel realmente esteve muito bem no terceiro lançamento e foi o vencedor. Toda a gente está feliz com a prestação dele e eu estou muito orgulhoso”, destacou o treinador João Amaral.

Recorde-se que Miguel Monteiro foi quinto colocado nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2020 e conquistou a medalha de bronze, em Tóquio 2020, no ano passado. Além disso, o atleta alcançou em fevereiro passado o recorde mundial no lançamento do peso categoria F40, com 11,60m – mais 42 centímetros que a anterior do adversário, o rival russo Denis Gnezdilov.

Sobre os próximos objetivos, Miguel Monteiro e João Amaral não escondem o desejo de seguirem superando novas marcas. O foco para seguir a programação nos lançamentos está voltado para o Campeonato Paralímpico Mundial de Atletismo, que irá decorrer de 8 a 17 de julho de 2023, no Estádio Charlety, em Paris.

“Vamos ter o Mundial e queremos lá chegar num bom momento de forma porque em todas as provas temos o objetivo de melhorar as marcas, em consequência significa melhorar o recorde mundial. Achamos que é possível porque já tivemos perto com 11,40m, 11,50m e as expectativas são melhores para época. Estamos prontos para abraçar essa nova época para dar o melhor de nós para em julho estarmos na melhor forma possível”, afirmou Miguel Monteiro.

“Sim, vamos trabalhar para melhorar essa marca. Vamos procurar os meetings e para isso precisamos ter também alguma sorte, encontrar as competições certas com atletas que nos motivem, que puxem por nós, porque nós somos aquelas pessoas que não fugimos dos adversários, procuramos sempre os meetings onde estejam os melhores para buscar os resultados que nos satisfaçam”, complementou João Amaral, treinador de Miguel Monteiro desde 2014, quando descobriu o talento.

“O nosso objetivo é trabalhar para conseguir sempre o melhor e o melhor é tentar bater as marcas que já possuímos. Se conseguirmos ficaremos muito felizes. Se não conseguirmos, vamos continuar a trabalhar. Estamos a procurar a melhorar algumas coisas, que estamos vendo que não são as mais acertadas, para daí tirar ainda mais rendimento do Miguel”, acrescentou o treinador.

Miguel Monteiro, vale destacar, é um atleta que segue numa evolução gradual a cada época. Chegou aos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016, com um recorde pessoal de 8,41 metros e durante a prova ultrapassou-se a si mesmo por três vezes, alcançando os 8,89 metros, o que o colocou em 5º lugar na competição. Em 2017, Miguel conquistou a medalha de prata nos Mundiais IPC de Londres, com um lançamento de 9,86 metros. Há um ano, em fevereiro de 2021, alcançou 11,01 metros durante o Torneio de Preparação, com o então recorde mundial. Foi no mesmo ano campeão da Europa (10,92 metros), antes de chegar aos Jogos de Tóquio como favorito e sair com um honroso bronze, até este ano tornar-se novamente o detentor do recorde mundial.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos que poderá gostar

Adaptado

O Comité Paralímpico de Portugal (CPP) anunciou esta semana que irá realizar o Dia Paralímpico Nacional de 2022 a 26 de setembro, na margem...

Atletismo

Uma semana após ficar a um centímetro da qualificação para os Europeus, a lançadora do peso Jessica Inchude alcançou mais uma medalha de ouro...

Estante

Será lançado na quinta-feira, às 18h00, o livro “Ensaios sobre Ética no Desporto”, da autoria de Jorge Machado. Editado pela Livro na Mão, este...

Atletismo

Uma das principais autoridades do atletismo nacional, pode-se dizer que Paulo Reis vive atualmente o auge de uma carreira de mais de 30 anos....

©2022 - SportMagazine - Revista de Treino Desportivo.
Todos os direitos reservados. Quântica Editora - conteúdos especializados, Lda. Praça da Corujeira, 30 4300-144 Porto, Portugal.
Website desenvolvido por Renato Sousa.