18 de Maio 2022 17:16
Segue-nos

O que procura?

SportMagazineSportMagazine

Atualidade

Jogos de Inverno: Equipa Portugal chega à China com três atletas e uma só modalidade

Foto: Comité Olímpico de Portugal

Os Jogos Olímpicos de inverno Pequim 2022 arrancam na próxima sexta-feira com 109 as competições que atribuem medalhas, mais sete do que há quatro anos, em PyeongChang 2018. Portugal estará representado em uma modalidade, Esqui (Alpino e de Fundo), com uma equipa composta por três atletas estreantes na competição e que chegam esta quarta-feira à capital chinesa às 10h20 locais (-8 em Portugal).

Vanina Guerillot Oliveira, Ricardo Brancal (ambos em Esqui Alpino) e José Cabeça (Esqui de Fundo) serão os três portugueses presentes nos Jogos compostos por 15 disciplinas de sete modalidades. Biatlo, Bobsleigh – inclui Skeleton, Curling, Hóquei no Gelo, Luge, Patinagem – Patinagem Artística e Patinagem de Velocidade (inclui Pista Curta), Esqui – Esqui Alpino, Esqui de fundo (cross-country), Esqui Estilo livre, Combinado Nórdico, Saltos de Esqui, e Snowboard).

Pedro Farromba, chefe da Missão a Pequim 2022, sublinhou as condições difíceis em que tudo foi preparado, devido à pandemia. “A ambição destes atletas é da dimensão da sua vontade. O esforço que fizeram para estar nos Jogos Olímpicos deve ser muito elogiado.” Quanto a resultados: “O nosso objetivo é ir sempre melhorando em cada edição dos Jogos Olímpicos”, afirmou aos canais oficial do Comité Olímpico Português (COP).

José Manuel Constantino, presidente do COP, lembrou o défice que Portugal tem nas modalidade de inverno, devido às condições naturais marcadas pela falta de neve, mas referiu haver esperança de o superar, “sobretudo nas modalidades de pavilhão, no gelo”, criando um enquadramento para, “porventura, Portugal ter uma representação nos Jogos Olímpicos de inverno mais robusta.”

Porta-estandartes de Portugal

Na Cerimónia de Abertura dos Jogos de Inverno, na próxima sexta-feira, dia 4 de fevereiro, às 12h00 (+8 horas na capital da China), Portugal terá como os porta-estandartes Ricardo Brancal e Vanina Guerillot Oliveira, que passa a ser a segunda mulher a assumir a condição de porta-estandarte, depois de Mafalda Queiroz Pereira em Nagano 1998. “É, para mim, um orgulho, honrando as minhas raízes e toda a comunidade portuguesa que vive fora de País”, disse a atleta portuguesa de 19 anos.

Vanina Guerillot Oliveira e Ricardo Brancal serão os porta-estandartes de Portugal na Cerimónia de Abertura. Foto: Comité Olímpico de Portugal

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos que poderás gostar

Cursos e Congressos

Os presidentes da Confederação do Desporto de Portugal (CDP), Carlos Paula Cardoso, e do Comité Olímpico de Portugal (COP), José Manuel Constantino, além do...

Atualidade

José Manuel Constantino foi esta quinta-feira reeleito para um terceiro mandato na presidência do Comité Olímpico de Portugal (COP). O mandatário de 71 anos...

Atualidade

Tratado como um “herói nacional”, José Manuel Constantino, presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP), recebeu esta quinta-feira o prémio SIGA Special Recognition Award...

Agenda

Pequim acolhe pela segunda vez na sua história os Jogos Olímpicos. Desta vez serão os Jogos Olímpicos de Inverno, que se realizam entre 4...

@2021 - SportMagazine - Revista de Treino Desportivo.
Todos os direitos reservados. Quântica Editora - conteúdos especializados, Lda. Praça da Corujeira, 30 4300-144 Porto, Portugal.
Website desenvolvido por Renato Sousa.