24 de Maio 2024 01:46
Segue-nos

O que procura?

SportMagazineSportMagazine
0

Voleibol

Hugo Silva e a final com a Suécia: “Espero que isto seja, acima de tudo, um sinal de mudança para o voleibol feminino”

Foto: FPV

A Seleção Nacional de voleibol feminino está na final da European Silver League 2022. Desta vez comandada por Hugo Silva, a equipa nacional irá defrontar a Suécia, no dia 2 de julho, em casa do adversário. O vencedor desta final qualifica-se para a European Golden League 2023.

Como esta edição da Silver League apresenta apenas um pool, apenas os dois primeiros classificados (1.º Suécia e 2.º Portugal) conseguiram o apuramento para a final. A equipa lusa vem até aqui realizando uma boa prestação: dos sete jogos realizados, Portugal venceu cinco e perdeu apenas dois.

Diante da seleção nórdica, as lusas venceram por 3-2 o primeiro jogo, justamente quando jogaram em Idrottshallen, fora de casa, e perderam pelo mesmo marcador quando jogaram em casa. Esta é a primeira competição em que Portugal tem Hugo Silva como selecionador – antes, o treinador esteve à frente da equipa nacional masculina.

“Felizmente, foram várias as finais que fomos tendo com os masculinos, mas esta final tem, em particular, um sabor diferente e muito especial para mim. Particularmente porque foi a primeira e – e ainda mais importante para mim – foi conseguida com um grupo com o qual me tem dado um prazer enorme trabalhar, onde o esforço de todas tem sido tremendo e a sede de aprender e evoluir tem sido decisiva.”, afirmou o selecionador, em declaração aos canais oficial da Federação Portuguesa de Voleibol.

Antes do jogo decisivo com a Suécia, Portugal ainda tem mais um jogo pela fase de grupos, mais concretamente no domingo, quando as portuguesas irão defrontar, em Tartu, a Estónia. Hugo Silva, mostrou-se animado com o bom momento da equipa.

“Espero que isto seja, acima de tudo, um sinal de mudança para o voleibol feminino e que elas próprias levem tal mentalidade para onde forem trabalhar. Antes, há um jogo para se realizar e vamos servir-nos do jogo na Estónia para prepararmos a final”, disse, antes de acrescentar.

“No jogo decisivo, com a Suécia, acredito que o favoritismo será repartido se mantivermos o nível elevado de jogo. Parabéns a elas e, tal como lhes disse no início, se acreditarmos no que fazemos no dia a dia e no valor que temos, as finais e o sucesso vão andar de mãos dadas”, salientou.

Recorde-se que, em 2021, Portugal esteve muito próximo de conseguir a qualificação à Liga Ouro. A equipa nacional alcançou a Final Four, onde alcançou cinco vitórias e apenas uma derrota: Estónia (3-2 e 3-1), Letónia (3-0 e 3-0) e Bósnia-Herzegovina (0-3 e 3-1), tendo sido esta última seleção a vencer a ESL 2021.

Hugo Silva, selecionador nacional de voleibol feminino. Foto: FPV

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Edição Atual

Artigos que poderá gostar

Voleibol

O FC Porto sagrou-se, esta quarta-feira, campeão nacional de voleibol feminino, depois de vencer o PV2014 Colégio Efanor por 3-0, no quinto e decisivo...

Voleibol

O selecionador nacional de voleibol feminino, Hugo Silva, em entrevista ao SportMagazine, no âmbito da presença da seleção nacional no Alto Minho, integrada na...

Voleibol

O selecionador nacional, Hugo Silva, estava “muito satisfeito” com a exibição de Portugal que, esta tarde, bateu, em Viana do Castelo, a sua congénere...

Cidades Europeias do Desporto

Ontem (22/02), a Federação Portuguesa de Voleibol realizou o sorteio da Final 4 da Taça de Portugal – femininos. Assim, nas meias-finais da competição,...

©2022 - SportMagazine - Revista de Treino Desportivo.
Todos os direitos reservados. Quântica Editora - conteúdos especializados, Lda. Praça da Corujeira, 30 4300-144 Porto, Portugal.
Website desenvolvido por Renato Sousa.