28 de Janeiro 2023 12:39
Segue-nos

O que procura?

SportMagazineSportMagazine

Futsal

Fórum de Futsal Feminino apontou futuro promissor: “O futsal em Portugal é dividido entre o antes e o depois de 2011”

Luís Conceição, selecionador nacional de futsal feminino. Foto: Nuno Vasconcelos/I Fórum de Futsal Feminino

Evento organizado pela Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto (ESE-IPP) em articulação com o Desporto para Todos, o I Fórum de Futsal Feminino realizou-se este domingo, na sede da instituição, com a presença de figuras relevantes no desporto nacional e um profundo debate sobre a modalidade no cenário nacional. Entre os presentes estiveram Luís Conceição, selecionador nacional de futsal feminino, e Pedro Dias, vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) – instituição que gere o futsal.

Compuseram a mesa de abertura Alexandre Pinto, presidente da ESE; António Cardoso, pró-presidente PPorto; Fernando Santos, professor na ESE-IPP e moderador do evento, além de Pedro Dias, que trouxe um breve retrato da estrutura que a FPF tem implementado.

“Temos uma baixíssima participação desportiva das mulheres no desporto e vamos todos aqui encontrar soluções para melhorar isso. É algo transversal no nosso país e esses espaços são muito importantes para olharmos para trás e para frente o que podemos melhorar de forma significativa”, afirmou. “Espero que momentos como estes possam ajudar no nosso objetivo que é chegar a fazer com que 50 em cada 100 praticantes do futsal sejam mulheres”, acrescentou Pedro Dias.

“Ter uma instituição de ensino superior a organizar um evento como este é um sinal. A FPF tem feito um investimento muito forte no conhecimento, tem tentado nos últimos anos de uma forma muito assertiva encontrar ajuda nessas entidades que são fundamentais para ajudar a qualificar os elementos desportivos no nosso país. Esse processo está em marcha”, destacou Pedro Dias, otimista no desenvolvimento da modalidade.

Afinal, uma série de mudanças passou a ser implementada especificamente no futsal feminino desde 2012, com a gestão de Fernando Gomes, presidente da FPF. Passou-se a estimular a qualificação dos treinadores. Na última década, a federação promoveu mais de 140 cursos (graus I, II e III) com milhares de técnicos formados. “O futsal em Portugal é dividido entre o antes e o depois de 2011, com Fernando Gomes”, destacou Luís Conceição.

Luís Conceição, seleção nacional de futsal feminino. Foto: Daniel Leal/SM

O treinador embasa a afirmação numa série de novidades implementados a partir do Plano Estratégico para o Futsal, apresentado em 2012, como a chave para o crescimento da modalidade em ambos os géneros, alicerçado na formação e aumento do número de praticantes.

Na temporada 2013/14 surgiu a primeira edição da Liga de Futsal para mulheres. No ano passado, criou-se a II Divisão Nacional. Na continuidade deste processo surgiram a Taça de Portugal, a Supertaça e a Taça da Liga. O ano passado, os sub-19 começaram a ter o campeonato nacional do escalão.

Na detalhada exposição sobre o retrato do futsal nacional Luís Conceição falou sobre o processo de integração à Seleção Nacional com as categorias de formação, das dificuldades para profissionalização e do estimulo à qualificação das jogadores. “Formar pessoas é também um dos nosso objetivos”, observou. “Buscamos melhorar a qualidade da intervenção dos diferentes agentes do futsal, era essa a nossa missão para colocar isto em funcionamento”, ressaltou o treinador.

Foto: Nuno Vasconcelos/I Fórum de Futsal Feminino

Outra estratégia colocada em prática pelo Plano Estratégico para o Futsal foi fazer a Seleção Nacional A feminina ganhou a companhia de outras três seleções de formação: as sub-17, sub-19 e sub-21. Além disso, o número de praticantes mulheres no futsal teve um crescimento de 10,6% entre 2012/13 (4.073 jogadoras) e 2019/20 (4.508 atletas).

Luís Conceição ponderou sobre uma queda no número de praticantes em 2020 e 2021 em razão da pandemia provocada pela Covid-19. “Temos que fazer isso crescer”, alertou, sempre sem perder no horizonte o desenvolvimento implementado por uma cadeia sólida de agentes profissionais que tem como principal desafio profissionalizar o futsal feminino e fazê-lo crescer não apenas em quantidade, mas também em qualidade.

Abaixo, pode-se ver em direto o Fórum.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos que poderá gostar

Futsal

Portugal terá pela frente a Espanha, na meia-final do Campeonato da Europa Feminino de Futsal. O duelo foi definido num sorteio realizado esta segunda-feira,...

Futsal

As duas derrotas nos jogos de preparação com a Espanha para o Campeonato da Europa 2023 deixaram pontos positivos para o selecionador nacional Luís...

Futsal

A Seleção Nacional de futsal feminino perdeu, na noite desta terça-feira, o primeiro de dois duelos com a seleção espanhola. Num jogo de preparação...

Futsal

A Seleção Nacional de Futsal Feminino vai começar com 2023 com dois encontros diante de Espanha. Os jogos vão decorrer entre os dias 10...

©2022 - SportMagazine - Revista de Treino Desportivo.
Todos os direitos reservados. Quântica Editora - conteúdos especializados, Lda. Praça da Corujeira, 30 4300-144 Porto, Portugal.
Website desenvolvido por Renato Sousa.