24 de Abril 2024 10:30
Segue-nos

O que procura?

SportMagazineSportMagazine
0

Ténis

Espanhol Oriol Roca Batalla conquista no Braga Open 23 o seu primeiro título challenger

Foto: Federação Portuguesa de Ténis

O tenista espanhol Oriol Roca Batalla conquistou, o primeiro título challenger da carreira, ao vencer na final do Braga Open, que decorreu no Clube de Ténis de Braga, o croata Duje Ajdukovic, em três sets.

O tenista de Barcelona, que figura no 267.º lugar no ranking ATP, conseguiu superar, com um jogo muito conseguido e serviços poderosos, o favoritismo do adversário, número 199 do mundo, e levar a melhor pelos parciais de 4-6,6-1 e 6-1, ao fim de duas horas e cinco minutos.

“Ele entrou muito bem no encontro e conseguiu muitos ‘winners’ de ambos os lados. Também começou a servir muito bem, por isso sabia que tinha de manter a calma e lutar, lutar, lutar para tentar que não se mantivesse assim durante todo o encontro. Quebrei-lhe o serviço e fiz o 3-1, o 3-2 e aí comecei a sentir que estava a melhorar de jogo para jogo e que ele estava a repetir vários padrões, por isso percebi o caminho que tinha de percorrer e o resultado foi perfeito”, explicou Roca Batalla, em conferência de Imprensa.

Graças à vitória no clube minhoto, Oriol Roca Batalla, de 30 anos, vai subir 60 posições na hierarquia mundial, passando a ocupar o 207.º posto, numa semana em que tem a presença garantida no Lisboa Belém Open, que já começou no Club Internacional de Foo-Ball (CIF).

A prova bracarense, que contou com alguns dos melhores tenistas portugueses, foi presenciada por muitos amantes da modalidade, especialmente jovens, que vibraram com as jogadas e pontos nos courts do Clube de Ténis de Braga.

Promessa lusa Jaime Faria em crescendo

O único aspeto negativo, pode dizer-se, foi a ausência de tenistas portuguesas nas meias-finais do Braga Open.

Jaime Faria (477.º classificado no ranking ATP) foi eliminado nos quartos-de-final pelo espanhol Oriol Roca Batalla, que venceria a competição, isto depois do jovem português, considerado por muitos como uma das maiores esperanças do ténis luso, ter eliminado o tunisino Moez Echargui que, recorde-se, foi o responsável pelo afastamento de João Sousa, o melhor tenista português de sempre, logo na ronda inaugural da prova.

*por Pedro Silva*

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Edição Atual

Artigos que poderá gostar

Ténis

O presidente do Clube de Ténis de Braga (CTB), João Mota, considera que o Braga Open 2023 foi “um tremendo sucesso”. “Foi uma semana...

Ténis

O tenista vimaranense João Sousa, o mais internacional dos jogadores lusos – disputou, na semana passada, pela 33.ª vez, uma eliminatória da principal competição...

©2022 - SportMagazine - Revista de Treino Desportivo.
Todos os direitos reservados. Quântica Editora - conteúdos especializados, Lda. Praça da Corujeira, 30 4300-144 Porto, Portugal.
Website desenvolvido por Renato Sousa.