16 de Maio 2022 14:04
Segue-nos

O que procura?

SportMagazineSportMagazine

Natação

Angélica André e o 4.º lugar na Taça da Europa: “O trabalho está no caminho certo”

Angélica André, nadadora portuguesa. Foto: FPN

A portuguesa Angélica André terminou esta quinta-feira em 4.º lugar a prova de 10 quilómetros da Taça da Europa de águas abertas, em Eliat, em Israel. A nadadora olímpica esteve a discutir os lugares do pódio até aos últimos metros. A competição, entretanto, acabou vencida pela brasileira Ana Marcela Cunha (2h06m01s), campeã olímpica. A francesa Oceane Cassignol, a italiana Ginebra Taddeucci e a portuguesa Angélica André terminaram por esta ordem, todas na casa das 2.07 horas.

Em declaração à Federação Portuguesa de Natação, Angélica André, que foi 17.ª classificada na prova de 10 quilómetros dos Jogos Tóquio 2020, afirmou que saiu feliz com o resultado alcançado em águas israelitas.

“Estou satisfeita com este resultado porque sinto que o trabalho que tenho vindo a desenvolver está no caminho certo. Claro que quero sempre fazer melhor e o meu objetivo é competir com as melhores do mundo e poder-lhes ganhar. A prova foi bem disputada. Segui sempre no grupo mas o facto de a prova ter sido disputada em voltas mais curtas (8×1250 metros) acabo por levar a que os rapazes dessem uma volta de avanço, perturbando a classificação na prova feminina, com as mais fortes a seguirem os homens. Mas tudo bem. Agora é continuar a trabalhar”, avaliou a nadadora.

Boa prestação na mesma prova teve a jovem Mafalda Rosa, ao terminar em 14.º lugar. No masculino, os portugueses Tiago Campos e Diogo Cardoso terminaram em 18.º e 27.º, respetivamente. O húngaro Kristof Rasovszky venceu a competição, com os italianos Domenico Acerenza (1.55,35,5) e Gregório Paltrinieri (1.55,37,2), bronze em Tóquio 2020.

“Foi uma prova com dificuldades acrescidas pelo vento que se fez sentir, levantando uma ondulação grande que tornou a competição bastante rápida, o que desde cedo foi deixando muitos nadadores para trás. Tiago Campos aguentou bem o grupo e disputou a primeira metade da tabela. Diogo Cardoso, com menos experiencia nestes palcos, acusou o elevado ritmo desde inicio, com a agravante da temperatura baixa (20.3 graus) e da ondulação, perdendo o grupo da frente na 6.ª volta, acabando ainda assim com um bom registo”, analisou Daniel Viegas, diretor técnico nacional.

“Angélica André fez uma boa prova, embora não tenha aproveitado da melhor forma o momento em que os ‘homens’ ultrapassaram o pelotão feminino. Acabou por não deixar fugir o grupo e estar em boa posição para atacar o 4.o lugar no fim (3.º Taça LEN, pois a vencedora Ana Marcela não pertence a Europa)”, acrescentou Viegas.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos que poderás gostar

Atletismo

Portugal encerrou este domingo a sua participação nos Jogos Surdolímpicos, que decorreram em Caxias do Sul, no Brasil, entre os dias 1 e 15...

Ciclismo

Portugal contou, este domingo, com as participações de Telmo Pinão – C2 – e de Bernardo Vieira – C1 -, em corridas de 44,4...

Futsal

Dois títulos europeus (2018 e 2022) e um mundial (2021) alcançados com uma diferença temporal tão curta elevariam qualquer equipa ou seleção a um...

Natação

O presidente da Federação Portuguesa de Natação (FPN), António José Silva, falou com a SportMagazine, esta quinta-feira, após a apresentação do seu livro, “O...

@2021 - SportMagazine - Revista de Treino Desportivo.
Todos os direitos reservados. Quântica Editora - conteúdos especializados, Lda. Praça da Corujeira, 30 4300-144 Porto, Portugal.
Website desenvolvido por Renato Sousa.